5 negros na política para você se inspirar

De acordo com dados da Câmara dos deputados, cresceu em quase 5% o número de negros na política ocupando o Legislativo no Brasil. Embora seja uma boa notícia, sabemos bem que ainda precisamos ocupar mais cargos para sermos ouvidos de fato.

A representatividade vale muito e permite que sonhemos com uma sociedade mais justa, tendo em vista que terá alguém para solucionar nossos problemas e dar um fôlego de autoestima para vivermos melhor.

Neste post, trouxemos 5 exemplos de negros que marcaram a política de alguma forma, seja no passado, seja no presente. Confira!

1. Marielle Franco

Não poderíamos começar com outro nome senão o de Marielle Franco, uma das poucas vereadoras negras eleitas em 2016 no Brasil. Brutalmente assassinada em março do ano passado, quando voltava de um encontro com jovens no Rio de Janeiro, ela era o significado da resistência e do empoderamento feminino.

Embora muita gente viesse a conhecer seu trabalho só depois do atentado, Marielle era muito ativa em favor dos direitos humanos, algo que começou quando teve uma amiga vítima de bala perdida. A vereadora do PSOL, que era natural da favela da Maré, coordenou a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania, foi presidente da Comissão da Mulher e, em 15 meses na Câmara, apresentou 16 projetos de lei.

2. Erica Malunguinho

Natural de Pernambuco, Erica Malunguinho fez história na eleição passada, pois se tornou a primeira mulher transgênero eleita como deputada estadual nos mais de 180 anos de história da Assembleia Legislativa de São Paulo.

Ela faz um trabalho incrível em prol da comunidade LGBTI+, principalmente na criação do quilombo urbano Aparelha Luzia, um espaço voltado para incentivar as produções intelectuais e artísticas na capital paulista. Além disso, Erica é educadora e atuou na formação e conscientização de professores sobre temas de gênero, sexualidade e identidade racial.

3. Ayanna Pressley

Outra mulher negra que fez história na política recentemente é Ayanna Pressley, a primeira afro-americana eleita como Congressista pelo estado de Massachusetts. Ela é do partido Democrata e atuava como conselheira municipal em Boston desde 2010, sempre com pautas favoráveis ao movimento negro e contra o racismo estrutural nos Estados Unidos.

Ayanna teve uma infância difícil, vendo sua mãe se desdobrar para dar o sustento à família e o pai lidando com vícios e o encarceramento. Isso só contribuiu para que ela promovesse projetos para combater a pobreza, lutar pela segurança, bem-estar, saúde e salários justos para as mulheres norte-americanas.

4. Martin Luther King Jr.

Em qualquer lista que tenha políticos importantes para o movimento negro, jamais poderemos esquecer do pastor e ativista político Martin Luther King Jr. Nascido em Atlanta, Martin teve em boa parte de sua vida que encarar a política segregacionista que havia nos Estados Unidos, algo que o motivou a lutar por igualdade entre as raças.

Luther King se formou em Sociologia e, posteriormente, fez doutorado em Teologia na Universidade de Boston, onde conheceu Coretta Scott, que viera a ser sua esposa. Ele foi fundamental no movimento dos direitos civis dos negros nos EUA, sendo que reivindicava salários coerentes, mais empregos, entre outros aspectos.

5. Barack Obama

Por fim, deixamos para citar nada mais nada menos que o primeiro homem negro a ser eleito presidente dos EUA, marcando não só a história do país, mas o mundo. Nascido no Havaí, Obama teve a criação de sua mãe com a ajuda dos avós, em um ambiente onde aprendeu importantes valores.

O ex-presidente estudou Ciências políticas e depois se formou em Direito em Havard, sendo que atuou bastante em trabalhos voluntários durante seus estudos. Sua liderança estabilizou a economia norte-americana, que vinha de uma crise, contribuiu para uma sociedade igualitária, entre outras ações que lhe renderam o prêmio Nobel da Paz.

Para concluirmos, veja que cada história dos negros na política é marcada pela luta de buscar os mesmos direitos como cidadão, ter oportunidades como qualquer outra pessoa e o respeito perante a sociedade, algo que deveria ser absolutamente comum.

O que achou deste artigo a respeito dos negros na política? Será que seus amigos já conhecem essas biografias? Por via das dúvidas, compartilhe o post em suas redes sociais e permita que eles fiquem por dentro do assunto também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This