Afinal, como elevar a autoestima?

Todo indivíduo deve nutrir uma percepção positiva sobre si para viver bem. Nós, negros, fomos vítimas de uma repressão que resultou no enfraquecimento do amor-próprio. Hoje, graças ao empoderamento, convivemos em um universo de valorização e aceitação da nossa identidade. Esse processo é fundamental para sabermos como elevar a autoestima.

A opinião que cada um tem si, a autovalorização, confiança, pensamentos e comportamentos afirmativos formam o conjunto que compõe a nossa autoestima. Ter apreço por quem somos é fundamental para sermos felizes. Afinal, ninguém veio a este mundo para sofrer, não é mesmo?

Se ocasionalmente você se sente triste e desmotivado, saiba que os instantes de tristeza vão acabar. Neste post, vamos lhe apresentar um guia de atitudes que vão mudar a sua conduta. Confira!

Aceite a sua estética negra

Comece a elevar a autoestima ao aceitar a imagem que vê no espelho. Por muitas vezes o cabelo crespo foi julgado como algo pejorativo. Por esse motivo, até hoje, muitas pessoas se submetem a processos químicos que mudam a estrutura do fio. Além de ser uma descaracterização, alisar os cabelos também é prejudicial a saúde.

A aceitação da estética natural — isso inclui os traços do nariz, rosto e boca —, é um excelente comportamento para o começo de uma transformação. Assuma o cabelo crespo ou cacheado e procure entender as suas particularidades. Cuide dele com carinho e em pouco tempo você vai desconstruir todos os estereótipos de beleza que a sociedade tenta impor.

Não dê ouvidos ao preconceito

O preconceito e a discriminação de outras pessoas influenciam no desenvolvimento da nossa autoestima. Entenda que não há nenhum problema em ser negro, ter o cabelo volumoso ou sem definição. Essas particularidades não faz de nós sujeitos menos capacitados. Ignore as crenças preconceituosas que tentam impedir que sintamos à vontade com o que somos, pensamos e valorizamos.

Extermine os pensamentos negativos

O pensamento negativo é uma forma comum de autossabotagem. Por vezes, acreditamos que não somos capazes, que não conseguiremos um emprego melhor e que estamos condicionados ao sofrimento. Esse comportamento pode estar relacionado à falta de motivação.

É necessário extinguir falsas concepções para mudar a qualidade de vida. Faça uma lista com os seus pontos fortes e conquistas, e releia sempre que se sentir de baixo-astral. Assim, sua mente terá um incentivo positivo e aos poucos o campo emocional será reestruturado.

Faça terapia

Existem alguns casos que somente a terapia pode reverter a falta de autoestima. Nessa situação, o recomendado é procurar um psicólogo. Juntos, vocês vão trabalhar o empoderamento para romper com o pensamento distorcido que te impede de desfrutar a vida prazerosamente.

O entendimento pessoal é um fator que influencia diretamente na nossa existência. Buscar equilíbrio e desenvolver uma visão otimista são ações que nos concede o bem-estar físico e mental. Então, agora que você sabe como elevar a autoestima, coloque as dicas em prática e acredite na sua capacidade de promover as mudanças que mais deseja.

Gostou das dicas? Aproveite o momento e veja porque não é preciso seguir os padrões de beleza para ser feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This