4 coisas que você precisa saber sobre no poo e low poo

no poo e o low poo são duas técnicas de cuidados com os cabelos. Enquanto o no poo significa “sem shampoo”, low poo significa “pouco shampoo”. No entanto, elas vão muito além disso.

Acontece que a maioria dos shampoos e outros produtos de cabelo do mercado contêm sulfatos, silicones e petrolatos na composição. Esses componentes podem ser agressivos aos fios, sendo responsáveis pelo aspecto ressecado, opaco ou de uma falsa sensação de cabelo saudável.

Por isso, essas técnicas visam oferecer fórmulas menos agressivas e mais apropriadas para um cabelo natural. Gostou do tema? Então, continue a leitura!

1. Conheça os produtos permitidos

Apesar de alguns dos produtos de cabelo liberados para o no e o low poo já virem com um aviso no rótulo, ainda é preciso ler os ingredientes da composição da maioria das opções para saber qual utilizar.

Por isso, é sempre bom ter uma lista em mãos com o nome dos ingredientes que devem ser retirados (no caso do no poo) ou evitados ao máximo (no caso do low poo). Os petrolatos, silicones e sulfatos são os grupos de produtos proibidos e geralmente são encontrados pelos seguintes nomes:

  • óleo mineral/mineral oil;
  • parafina liquida/paraffinum liquidum;
  • petrolato/petrolatum;
  • vaselina/vaselin;
  • sodium e derivados;
  • ammonium e derivados
  • metylparaben;
  • propylparaben;
  • etylparaben;
  • butylparaben.

Além disso, existem alguns dos componentes que limpam suavemente e, por isso, são permitidos para low poo, como o Lauryl Sulfoacetate, Sodium Cocoyl, Sodium Lauryl Sarcosinate e Cocamidopropyl Betaine. Então, atente-se na hora de investir em novos produtos para que só possuam ingredientes permitidos.

2. Saiba como lavar o cabelo

Após retirar de sua rotina de cuidados com o cabelo os produtos que apresentam componentes citados anteriormente, é preciso lavar o cabelo uma última vez com shampoo com sulfato ou utilizar antiresíduos.

Essa etapa serve para retirar dos fios todos os produtos acumulados, como o óleo mineral e a parafina líquida. Finalize com um condicionador permitido e, a partir desse momento, passe a utilizar apenas shampoos, cremes, finalizadores e outros produtos permitidos para a técnica.

3. Conheça suas vantagens para cabelos crespos e cacheados

Essas técnicas foram desenvolvidas inicialmente para os diferentes tipos de cabelos cacheados e crespos, visto que muitos homens e mulheres com esses tipos de cabelo tem dificuldade em cuidar do fios e manter o formato natural.

Além disso, o no e low poo também são ótimas opções para quem está em período de transição capilar. Dessa forma, é possível deixar os cabelos muito mais sedosos, bonitos e saudáveis.

4. Entenda por que é recomendado para cabelos lisos e ondulados

Apesar de ter sido inventadas especialmente para cabelos cacheados e crespos, quem tem cabelo liso ou ondulado — seja natural, seja quimicamente tratado — também pode utilizar a técnica e se beneficiar igualmente dela.

Se seu cabelo está pedindo cuidados mais profundos, pode ter certeza de que esses métodos mais naturais de cuidados com os fios são indicados para você. Não importa o tipo de cabelo, se é tratado com químicas ou se são utilizadas colorações.

Diante das dicas acima, cabe a pergunta: o que você está esperando para apostar no low poo e no poo e ter um cabelo muito mais bonito e saudável? Não se esqueça de consultar profissionais e empresas qualificadas no mercado, como a Todo Black é Power, para ter orientação nessa mudança, tirar dúvidas e encontrar apoio.

Gostou de saber um pouco mais sobre esse assunto? Entre em contato conosco pelo nosso instagram para conferir os produtos e serviços que temos para você!

Todo Black é Power

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This